NOSSO DIRETOR GERAL E IDEALIZADOR
Todos os direitos reservados.
® Copyrigth 2013 - CNH
CONTATO
Faça contato, tire suas dúvidas sobre o CNH.
Mande um e-mail para:  cnhedu@gmail.com
SEJA NOSSO PROFESSOR
Faça parte dessa Equipe Vencedora.
Envie Currículo:  cnhedu@gmail.com
HÉLIO GAMA CORRÊA

1.CONSELHEIRO BENEMÉRITO DA LIGA DA DEFESA NACIONAL
2. Diploma Especial de Mérito Cívico - Liga da Defesa Nacional - 1988
3. ADESG - Diploma - Associação dos Diplomados da Escola Superior de Guerra - 1988
4. Diploma do entenário do Nascimento do Almirante Álvaro Alberto da Motta e Silva - 1989
5. Diploma e Medalha - Centenário da Proclamação da República - Liga da Defesa Nacional - 1989
6. Diploma de Honra ao Mérito - Poder Judiciário - Tribunal Regional Eleitoral - 1998
7. Ordem do Mérito Cívico - Grau Comendador - Liga da Defesa Nacional - 2006
8. Medalha Marechal Mascarenhas de Moraes - 2010
9. Título Honorífico de Associado Benemérito - Medalha de Mérito - Federação Nacional das APAES - 2010
HOMENAGEADOS
Alguns alunos são inesquecíveis em nossas jornadas cívicas:

LUIZ OBERDÃ, NILDA HELENA, PAULO BISPO, JANIR DANTAS,  JACKSON THEIN, JUSSARA, LUIZ ALBERTO SÁ, EUPEPSI SÁ, LUCÍ, NIVALDO DOS SANTOS, WILSON THEIN, JESUALDO A. DE FRANÇA, MARIVALDO, JOSÉ INÁCIO, ANTÔNIO CELSO, SANDRA, JORGE O. DE SOUZA, JOSÉ AUGUSTO, HEDY PACCA, VALTRAN, CARLOS AMÉRICO, MARCOS MARQUES, ROBERTO NASCIMENTO, REGINA, ANA LÚCIA, ISABEL, EDSON, FORMIGÃO, EDSON LESSA, IBICUÍBA, VANILDO , MARCOS MATIAS, FUBECA, MIGUEL BONFIM, ALINE, PAULO HENRIQUE, KAKÁ, MAURA, GUTEMBERG, KÁTIA ALBUQUERQUE, CRISTIANO CASTELLANO, GISELLE, ANDRÉ CISNANDE, CARLOS EDUARDO CASTELLANO, CESÁRIO, DAVID P. RIBEIRO, PEDRO BALTAZAR TEIXEIRA, NILTON C. DO ROSÁRIO, DANILO MAIA, GERSON MAIA, OSVALDO, e  muitos outros...

Todos os lembrados e não lembrados escreveram um livro cívico exemplar e memorável à juventude do momento. Muito obrigado a todos por permitirem que tal fato ocorresse, com tanto brilho e fulgor cívico.
HISTÓRICO DA BANDA
Fundação: 21 de abril de 1971.
Formação: é formada, em sua essência, por alunos do Curso Fundamental do Colégio Novo Horizonte, situado em Nova Iguaçu, RJ.
Modalidade: Marcialidade. À moda da Banda Marcial do Corpo de Fuzileiros Navais, desde 1971.
Composição: Mista, formada por aproximadamente 100 componentes.
Regentes: Maestros Cesário José Barbosa Neto, Cristiano Castellano da Silva e Carlos Eduardo Castellano da Silva, todos pertencentes ao Corpo de Fuzileiros Navais.
Coreógrafo: Gisele da Silva Ferreira.
Objetivos da formação dessa Banda: Incentivar o espírito de união e civismo; Disciplinar e despertar o senso de responsabilidade; Visar um futuro profissional.
Coordenação: Sônia Regina Castellano da Silva
Auxiliar: Josefa Soares da Silva.
Direção Geral: Professor Hélio Gama Corrêa
A Banda do Colégio Novo Horizonte, Dragões Iguaçuanos, foi fundada em 21 de abril de 1971. seu primeiro maestro, Professor Plínio da Silva Montenegro foi quem deu o nome a banda que persiste até hoje. Era uma banda composta de bateria, cornetas e contra-baixos. Quatro meses depois, por motivos pessoais, ele retirou-se assumindo a partir de então o jovem Pedro Baltazar Teixeira, preparando a banda para as primeiras saídas em Nova Iguaçu, o fazendo com muito sucesso. Após 3 anos de apresentações, inclusive em São Paulo na Avenida São João (Campeonato Nacional), resolvemos dar um maior impulso ao trabalho. Contratamos o Índio Boca Negra, que havia sido mestre da Banda Marcial do Corpo de Fuzileiros Navais que trouxe para ajudá-lo, um colega Sargento Elias, ambos fuzileiros.
Quatro meses depois foram para Bahia e nos indicaram o maestro Brito também fuzileiro que trouxe para ajudá-lo David Passos de Moura e o Sargento Moisés. Quatro Meses depois o Brito foi substituído por Nilton Claudomiro do Rosário permanecendo por 10 anos a frente da Banda Marcial dando-lhe uma estrutura bastante sólida.

Esse tipo de banda participou de vários eventos cívicos no Rio de Janeiro como:

-Fogo Simbólico da Pátria; 1º Distrito Naval; (6 ANOS CONSECUTIVOS - 1978-1984)
-Eventos pel Liga da Defesa Nacional; (12 ANOS CONSECUTIVOS - 1978-1999)
-Dia do Reservista na Herma da Olavo Bilac; (5 ANOS CONSECUTIVOS - 1980-1985)
-Praça Tiradentes em homenagem a José Bonifácio; (5 ANOS CONSECUTIVOS - 1980 - 1985)
-1º Exército - Homenagem a Duque de Caxias; (1982)
-Troca da Guarda no Monumento aos Praçinhas;(6 ANOS CONSECUTIVOS - 1982-1988)
-Desfile Cívico na Av. Presidente Vargas; (1982)
-Rua da Carioca; (8 ANOS CONSECUTIVOS)
-Feira da Previdência; (1988)
-21 de Abril em homenagem a Polícia Militar na Av. Antônio Carlos
        (6 ANOS CONSECUTIVOS - 1980-1986)
-Maracanã (Fluminense X Botafogo) (Flamengo X Vasco);
-Abertura da Olimpíada do Rodoviário- Maracanãzinho;
-Abertura dos Jogos Estudantis em São Januário;
-Aniversário da Cidade de Macaé;
-Rio Centro
-Campo do América;
-Avenida Rio Branco;
-Campo do Fluminense;
-Campo do Vasco.

Paralelamente mais ou menos em 1985, criamos também a Banda Musical Dragões Iguaçuanos sob a regência do maestro Milton Roberto de Carvalho Sub-Oficial da
Banda Sinfônica do Corpo de Fuzileiros Navais. Existiu essa banda por 6 anos, chegando a tirar o primeiro lugar em um concurso realizado pela Funarte em frente ao Teatro Municipal do Rio de Janeiro em 1988 e ganha mais o 3º lugar em São Paulo na Av. São João, concurso esse organizado pela Rádio Record por Durval de Souza.Devido a dificuldade de encaixarmos nossa Banda Marcial à moda da Banda Marcial do Corpo de Fuzileiros Navais nas competições existentes (por ter gaita de fole e pífaro, instrumentos incomuns em outras bandas), resolvemos fazer uma Banda de Tambores, categoria nova com muita aceitação no Estado do Rio de Janeiro, principalmente. Pinçamos o jovem André da Silva Sisnande, tocador de surdo da Banda Marcial, para criarmos juntamente com o Sargento Cesário Barbosa Neto que já era da Banda Marcial, o percursionista Vítor Paulo de Siqueira elemento também da Banda Marcial e Musical, e o coreógrafo Rogério, a Banda de Tambores Dragões Iguaçuanos.
ALGUNS TÍTULOS IMPORTANTES
Esse tipo de banda de tambores, conseguiu a proeza a partir de 1988, de ser campeã e às vezes por mais de uma vez em anos diferentes nas várias cidades em que se apresentou:

Itatiaia; Resende; Volta Redonda; Barra do Piraí; Friburgo; Valença; Miguel Pereira; Barra Mansa; Quatis; Porto Real; Engenheiro Passos; Guapimirim; Tinguá; Rio das Ostras; Visconde de Imbé; Carapebus; Lote 15; Petrópolis (Estadual); Cachoeiras de Macacu; Nilópolis (6 vezes seguidas).

Também fomos duas vezes 3º lugar e uma vez 5º lugar; em todas outras vezes que não fomos campeões, fomos vice-campeões. Podemos ainda assinalar inúmeras apresentações especiais como por exemplo:

Águas de Lindóia- SP; Taubaté - SP; Tombos - MG; Guaratinguetá - SP; Cachoeira Paulista- SP; Hipódromo de São Paulo - SP; Rio das Flores - RJ; Caieiras - SP; Campo do Fluminense (Copa Eliminatória de Natação com a presença de Roberto Dinamite e Bernard).
Últimos Títulos Conquistados:

-Campeonato Estadual Petrópolis(2003)
-Campeão Geral Cachoeiras de Macacu (2003)
-Rio das Ostras;
-Miguel Pereira;
-Engenheiro Passos;
-Nilópolis;
-Itatiaia (último campeão geral);
-Friburgo (último campeão geral);
-Campeão Valença;
-Carapebus;
-Cachoeiras de Macacu;
-Vice-Campeão Resende

Há alguns anos, retornamos com a Banda Marcial à moda Banda Marcial do Corpo de Fuzileiros Navais que faz apresentações cívis, aniversários das cidades e outras festividades.

Algumas Curiosidades da Dragões Iguaçuanos

O 1º troféu ganho pela antiga Banda Marcial foi em São João de Meriti foi de 1º Lugar em cima da Banda do Coca; (CAXIAS) David ensinava somente Gaita de fole; Moisés ensinava somente pífaro, corneta e contra-baixo (posteriormente foi transferido para o Rio Grande do Sul); O trio David, Moisés e Nilton deram toda estrutura da Banda do CFN aos Dragões Iguaçuanos; Nilton ficou 6 anos na Banda e não era mestre da Banda do CFN e após esse período, ele tornou-se maestro da Banda do CFN; O 1º troféu em Visconde de Imbé (1º lugar) foi ganho pela Banda de Tambores em cima da Banda Nossa Senhora das Graças de Friburgo que após a derrota encerrou suas atividades; Hoje vários alunos de nossa Banda integram a Marinha, Exército e Aeronáutica sendo a maioria no Corpo de Fuzileiros Navais;
Nós temos um aluno fundador da Dragões Iguaçuanos tocando ainda: Luiz Oberdan pertence a Banda desde 1972.
No momento, existem como o nome de Dragões várias Bandas inspiradas pela existência da Banda Dragões Iguaçuanos o que muito nos envaidece: Dragão Azul (Campos)
Dragões da Vila Kennedy (Bangu)
Dragões do Alcindo (Caxias)
Dragões de Heliópolis (Belford-Roxo)
Dragões de Jardim Primavera (Caxias)

É sinal de que nosso grandioso trabalho inspira outas Bandas. Fato de que muito nos orgulhamos.

HOMENAGEM ESPECIAL
Gostaríamos de fazer uma menção especial aos mestres: Plínio Montenegro - iniciador da Banda, Pedro Baltazar Teixeira - continuador, Nilton, Milton, David, André Cisnande e José Cesário, figuras com relevantes serviços prestados à Banda Dragões Iguaçuanos.